Carregando
Processando pagamento, pode demorar alguns segundos
Stephanie e Ian Philip
21/11/2015  - Marrakech, Marrocos
Edite o conteúdo da página abaixo.

Informações Gerais / Information

A poucas horas de voo das grandes cidades europeias, Marrakech é o destino mais visitado do país. A cidade vermelha, como é conhecida, oferece a mistura perfeita de exotismo e conforto, com boas opções de hotéis e restaurantes para todos os gostos e bolsos. As cores vibrantes, os cheiros e temperos exóticos, a mistura das culturas árabe, berbere e europeia, além da paisagem exuberante, com direito a deserto, montanhas com neve e mar, são apenas alguns dos motivos para você ir até lá.

Marrocos é um dos países islâmicos mais liberais. Foi ocupado pela Espanha e pela França durante muitos anos o que flexibilizou os hábitos e costumes do país. Em muitos locais há consumo de álcool, as mulheres usam saias e os homens fazem a barba. Claro que existem os fundamentalistas, mas são a minoria.

Lá, é fácil acessar a internet, usar o telefone, ler o jornal e de ir e vir tranquilamente. Caminhar pelas Medinas das cidades Marroquinas é mais seguro do que andar pelo centro das grandes cidades brasileiras.

***

A few flight hours from major European cities, Marrakech is the most visited destination in the country. The red city, as it is known, offers the perfect blend of exoticism and comfort with good options of hotels and restaurants for every taste and budget. Vibrant colors, smells and exotic spices, a mixture of Arabic cultures, Berber and European, as well as lush landscaping, The Sahara desert, the snow-capped mountains and sea, are just some of the reasons to go there.

Morocco is one of the most liberal Islamic countries. It was occupied by Spain and France for many years which eased the habits and customs of the country. In many places there is alcohol consumption, women wear skirts and men do shave. Of course there are fundamentalists, but they are the minority.

There is easy internet access, your phone works perfectly, fast access to everyday news, and you can come and go as you please. To walk the Medinas of Moroccan cities is safer than walking through the center of large cities.

Passaporte/Passport

Basta um passaporte válido por pelo menos 90 dias para entrar no Marrocos. Brasileiros não precisam de visto nem de vacinas, como a febre amarela, e podem ficar no país até 3 meses. Se for seguir viagem para outros países africanos, verifique as formalidades de entrada antes de sair de viagem.

EM CASO DE EMERGÊNCIA:

Embaixada do Brasil em Rabat, telefone 0537 572 732
rabat.itamaraty.gov.br

***

A valid passport for at least 90 days is sufficient to enter Morocco. Americans do not need a visa or vaccines, such as yellow fever, and can stay in the country up to 3 months. If you decide to travel to other African countries after your stay in Morocco, however, check the entry formalities before going on the trip.

IN CASE OF EMERGENCY

U.S. Consulate General Casablanca, phone number +(212) (537) 63-72-00
www.travel.state.gov

Clima/Climate

Na época do casamento, a temperatura cai consideravelmente no Marrocos, mas ainda é bem agradável. Bem melhor do que o calorzão do verão!

***

The temperature drops considerably in Morocco in November, but it's still pretty mild. Much better than the hot summer!

Temperatura 17 °C 63 °F

Mínimo/Low Temperature 11 °C 52 °F

Máximo/High Temperature 23 °C 74 °F

Moeda/Currency

A moeda marroquina é o DIRHAM (abreviação MAD ou Dh) e muitos preços são cotados nele. É sempre bom ter alguns dirhans na carteira para um taxi ou alguma compra pequena. Nos souks, muita gente aceita euros e dólares. Lojas maiores, bons restaurantes e hotéis aceitam cartões de crédito. Caixas automáticos estão por toda parte e é fácil trocar dinheiro na recepção do hotel, em banco e casas de câmbio.

***

The Moroccan currency is the Dirham (Dh or MAD abbreviation) and many prices are quoted in it. It is always good, though, to have a few dirhams for a taxi or some small purchase. In the souks, many people accept euros and dollars. Larger shops, good restaurants and hotels accept credit cards. ATMs are everywhere and it is easy to exchange money at the front desk of your hotel, banks and exchange houses.

COTAÇÃO APROXIMADA / APPROXIMATE

US$ 1 = Dhs 8
€ 1 = Dhs 11

Idioma/Language

O idioma oficial do Marrocos é o árabe, misturado com palavras berberes e com o francês, falado pela elite. Nas cidades turísticas, o espanhol também é comum, assim como o inglês. Nous souks, os vendedores falam qualquer lingua para vender!

Palavras chave!

Shukran: obrigada
Afuan: de nada
Bonjour: bom dia
La: não
Naam: sim

***

The official language of Morocco is Arabic, mixed with Berber words and French, spoken by the elite. In tourist cities, Spanish is also common, as well as English. In the souks, sellers speak any language to sell!

Key words!

Shukran: thank you
Afuan: you welcome
Bonjour: good morning
La: no
Naam: yes

Comunicação/Comunication

Os celulares brasileiros funcionam normalmente no Marrocos (talvez até melhor do que no Brasil), pegam até nas estradas (pasmem!). Hotéis e restaurantes oferecem wi-fi, muitas vezes gratuito.

O Código internacional do Marrocos é +212.
Para ligar para o Brasil, disque 0055

***

American mobiles usually work in Morocco. Most Hotels and restaurants offer wi-fi, often free.

The international code of Morocco is +212.
To call the USA, dial 001

Transporte/Transportation

Andar a pé é fácil ao redor da Medina e de Guéliz. Para ir à Palmeraie ou um outro lugar mais afastado, o jeito é recorrer ais "petit taxis" vermelhos, um pouco velhos, mas baratos e eficientes! Negocie o preço antes da corrida e, como de costume, pechinche. Não é costume usarem taxímetro. Há também as caleches, carruagens puxadas por cavalos, que são um programa turístico interessante.

Para serviço de motorista, o concierge do seu hotel pode ajudar. A Katie, da Boutique Souk, também!

* A corrida do aeroporto até a Medina é, em média, Dhs 100. O taxista vai pedir Dhs 200, negocie. Da região da Palmeraie até a Medina, cerca de Dhs 150. Se for para algum outro lugar, pergunte no seu hotel a média de preço.

***

Walking is easy around the Medina and Guéliz. To go to Palmeraie or another place farther away, the way is to use the "petit taxis", red, a little old, but cheap and efficient! Negotiate the price before the race and, as usual, haggle. It's not customary for them to use the meter. There are also caleches, horse drawn carriages, which are an interesting tourist program.

For chauffeur service, the concierge of your hotel can help. Katie, the Boutique Souk, too!

Comida/Food

Come-se muito bem no Marrocos. Tanto a culinária marroquina, com sua mistura de ingredientes berberes, árabes e andaluzes, quanto pratos franceses, italianos, libaneses, tailandeses, etc.

O prato nacional é o TAJINE, um assado de carne de carneiro, frango ou peixe, acompanhado de azeitonas, cebolas, legumes e temperos, servidos em um prato típico de porcelana, com tampa em formato cônico. Do restaurante mais simples ao mais sofisticado, é difícil encontrar um cardápio sem ele.

O CUSCUZ é outro carro chefe e vem servido com carne e legumes. Se houver no cardápio KAFTAS (espetinho de cordeiro) acompanhadas de cuscuz, peça na hora, pois a combinação é deliciosa!

Outro prato típico é o PASTILLA, ou bstilla, em árabe, que são camadas de frango (ou pombo!) e cebolas em massa folheada, com açucar e canela (parece meio esquisito, não tivemos coragem de experimentar, mas se você tiver, depois conta para gente!).

Por onde você passar, vai reparar que vão te oferecer o CHÁ DE MENTA, que nada mais é do que chá preto com folhas de hotelã e MUITO açucar. Mas a maneira como é servido é bem especial, em bules ornados e copinhos multicoloridos. Fora que é bem gostoso. Café com leite não é tão comum, mas, se quiser, peça por NOSS NOSS. Já um QAHWALA é café preto e forte.

E por se tratar de uma cidade em meio a um palmeiral de TAMAREIRAS, a fruta também está bem presente nos cardápios.

O islã proibe o consumo de álcool, por isso não é fácil encontrar cerveja e vinho em supermercados ou em pequenos restaurantes e cafés da Medina. É comum alguns lugares servirem álcool apenas na parte interna do restaurante. Mas os hotéis, as baladas e os grandes restaurantes têm autorização para servi-las. As duas marcas de cervejas locais são Casablanca e a Fleg, lembrando que o Marrocos produz vinhos desde a época dos romanos.

***

You'll eat very well in Morocco. Both the Moroccan cuisine, with its mix of Berbers, Arabs and Andalusians ingredients, as well as the French, Italian, Lebanese, Thai dishes, etc.

The national dish is the TAJINE, a mutton roast, chicken or fish, accompanied by olives, onions, vegetables and spices, served in a typical porcelain dish with a lid in conical shape. From the simplest to the most sophisticated restaurant it is hard to find a menu without it.

Couscous is another traditional dish and it comes served with meat and vegetables. If the you see KAFTAS (lamb skewers) accompanied by couscous in a menu, order it immediately, the combination is delicious!

Another typical dish is the PASTILLA, or bstilla in Arabic, which consists of chicken layers (or pigeon!), onions in puff pastry with sugar and cinnamon (seems weird, we did not have the courage to try, but if you have, don't forget to tell us later!).

Wherever you go, you will notice that they will offer you the MINT TEA, which is nothing more than black tea with mint leaves and a LOT of sugar. But the way it is served is very special, because it comes in ornate teapots and multicolored cups. Latte is not as common in Morocco, but if you must have it, ask for NOSS NOSS. A QAHWALA is black and strong coffee.

And because it is a city in the middle of a palm grove of date palms, the fruit is also very present in the menus.

Islam prohibits the consumption of alcohol, so it's not easy to find beer and wine in supermarkets or in small restaurants and cafes in the Medina. Often, however, some places serve alcohol only inside the restaurant. Hotels, nightclubs and good restaurants are allowed to serve them. The two brands of local beers are Casablanca and Fleg.