Carregando
Processando pagamento, pode demorar alguns segundos
Rodrigo
&
Lorena
Villa Toscana 02/10/2015
Edite o conteúdo da página abaixo.

Rodrigo e Lorena

E quando a gente pensa que não vai dar em nada....

Às vezes é bom não ter expectativa nenhuma. Quando estamos cansados de tentar, de investir, frustrados com o amor, quando de fato desistimos, parece que aí está o momento certo de construir tudo completamente do zero por um caminho totalmente novo.

Não acredito em amor à primeira vista (Sidney Magal que me desculpe!). Acredito no amor decisão/construção. Aquele que fica melhor a cada dia, que decide ficar, que abre mão, que se molda, que aprende, que começa a se parecer com o outro, que não faz grandes, dramáticos e dolorosos sacrifícios, mas apenas cresce junto dia após dia e quando olha pra trás percebe o já conquistou!

O primeiro presente que Rodrigo me deu foi uma tra-gé-dia: um objeto inútil, da única cor que eu detesto, que de brinde ainda afrontava a minha fé! (kkkk)

Hoje ele sabe o que eu leio, o molho de macarrão que prefiro, a cor preferida, a piada que vou rir ou detestar, o tipo de vinho, o tamanho do anel e mais um trilhão de coisas.

Temos aprendido um ao outro a cada dia, e gostamos disso.

Gosto de ouvir ele falando de tecnologia (como se eu estivesse entendendo alguma coisa), ou instalando e reinstalando todos os aparelhos eletrônicos em mil cabos e configurações. Fazendo novas receitas maravilhosas, se esforçando loucamente para aprender violão e me acompanhar na música. Criando uma horta de 80 espécies diferentes na jardineira do 19° andar. Comprando coisa escondido na internet.

É bom cuidar e ser cuidado. Querer bem e saber que o melhor sempre estará por vir, porque assim tem sido a cada dia.

Aconteceu

Adriana Calcanhotto

Aconteceu quando a gente não esperava
Aconteceu sem um sino pra tocar
Aconteceu diferente das histórias
Que os romances e a memória
Têm costume de contar
Aconteceu sem que o chão tivesse estrelas
Aconteceu sem um raio de luar
O nosso amor foi chegando de mansinho
Se espalhou devagarinho
Foi ficando até ficar
Aconteceu sem que o mundo agradecesse
Sem que rosas florescessem
Sem um canto de louvor
Aconteceu sem que houvesse nenhum drama
Só o tempo fez a cama
Como em todo grande amor

Eu nunca fui de me apegar a um todo, achar algo completamente perfeito, me inebriar numa projeção platônica e insensata de algo ou de alguém. Sempre me cativei mais a partes menores que assim me faziam adorar o todo. Com Lorena não foi diferente. Me encantei pelo sorriso e àquela boca de formato perfeito. Logo em seguida percebi que não só aboca me encantava, mas o que saia dela. Dona de uma voz irresistível, trocávamos palavras com uma fluidez deliciosa. As pequenas coisas que me cativavam começaram a se multiplicar. O olhar penetrante, o caminhar sensual, o tom imperativo de pedir as coisas e o nervosismo que lhe acometia quando, propositalmente,eu fazia tudo ao contrário! E de forma bem despretensiosa, criamos um laço muito forte de companheirismo, amizade e amor. E o encanto continua, não só existindo,como cresce cada dia. Não poderia ser diferente, como não se apaixonar por esta dama, que mesmo quando sai do salto continua sendo exemplarmente linda e maravilhosa? É um desafio gostoso cada dia descobrir um pouco mais quem ela é,o que gosta, o que não gosta, o que acha, o que deseja, o que tem para oferecer...e está longe de ser pouco. Gosto de estar ao lado dela, sentir, beijar, cuidar, amar...

O fato é que nunca me senti tão bem ao lado de alguém e o mais gostoso é saber que a recíproca é verdadeira :) !

Essa criança é o amor absoluto da vida da tia!!!!!!!!!!!! Pior é que o xodó dele é mesmo o tio. Só Deus sabe o que nos reserva esse pajem, mas qualquer coisa com a presença dele já é a melhor coisa do mundo. Desde que ele nasceu, o mundo passou a ter outro significado. E vamos que vamos, " com licença cachorrooooooooooo!!" rsrsrsrsr